terça-feira, 24 de outubro de 2017

23 de OUTUBRO DE 2017 - DIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR

História da Rede de Bibliotecas Escolares

Tal como as pessoas, as instituições também têm uma história de vida. Assim, nascem e desenvolvem-se. Tal como aquelas, as instituições podem morrer ou, diferentemente, podem manter-se por muitos anos, ou mesmo séculos, ajustando-se às novas realidades que vão surgindo.

 A Rede de Bibliotecas Escolares – RBE, criada em 1996, traz consigo uma nova forma de entender o seu papel no processo de ensino e de aprendizagem dos alunos, fruto das novas circunstâncias internacionais e nacionais que emergem com a chamada sociedade da informação. Neste ano de 96 cria-se um grupo de trabalho para lançar, a nível nacional, a Rede e criou-se o Gabinete Coordenador da RBE no ME. A partir daí surgem conjuntos de iniciativas quer pretendem desenvolver as bibliotecas já existentes ou criar bibliotecas novas, em conjunto com as câmaras e as bibliotecas municipais.

Para além da preocupação com os equipamentos, os livros e outros documentos, a RBE começou a preocupar-se também com aqueles que deveriam implementar e desenvolver as bibliotecas – as pessoas, sempre a pensar no desenvolvimento do aluno. Assim, para além de se ter começado a disponibilizar horas a professores para aí organizarem e desenvolverem atividades, bem como com a criação de documentos que os orientassem nas suas tarefas, foi-se-lhes proporcionando formação adequada ao desempenho destas novas funções nas escolas.

Em 2009 foi criada a figura do Professor Bibliotecário e do Coordenador Interconcelhio da RBE, que dava apoio àquele e estabelecia a ligação entre as escolas e os gabinetes, permitindo ver melhor as dificuldades sentidas nas BE, a fim de irem ajustando as orientações às necessidades no terreno, tendo-se criado um novo documento orientador das práticas das BE. 

Entretanto, a Rede foi criando um Portal, um blogue, uma Newsletter, participando nas redes sociais, criando ou reformulando os documentos orientadores, organizando fóruns de discussão, abrindo candidaturas diversas, lançando continuamente novos desafios, … e criou uma base de dados, a nível nacional, onde constam informações relevantes de todas as bibliotecas escolares portuguesas integradas na RBE, que, neste momento, são já 2426 e 1301 professores bibliotecários. 

Ao longo deste processo, a RBE contou com o apoio de vários parceiros, entre os quais, o PNL que veio, em 2006, ajudar a desenvolver as iniciativas em prol da leitura, da inclusão e das literacias exigidas por uma sociedade onde a informação e a tecnologia imperam. 

Esta rede comemorou em 2016 20 anos de existência, com sucessos e algumas dificuldades, mas sempre preparada para os desafios que a sociedade da informação e as TIC vão colocando, sendo, assim, uma história com futuro.


Sem comentários:

Enviar um comentário

  “BIBLIOTECA ESCOLAR PROFESSOR SEIXAS” A biblioteca escolar da escola do 1º CEB de Miranda do Corvo – Centro Educativo, já tem id...