sexta-feira, 30 de setembro de 2016

CASA DAS ARTES DE MIRANDA DO CORVO CELEBRA DIA MUNDIAL DA MÚSICA COM CONCERTO DOS DEAD COMBO

DEAD COMBO apresentam-se na Casa das Artes, no próximo dia 1 de outubro pelas 21h30,  com o álbum A Bunch of Meninos,  que já conquistou disco de ouro.
Trata-se de um dos mais belos e singulares projetos musicais nascidos em Portugal ao longo da última década.
A música dos DEAD COMBO é indissociável das influências e das vivências que a geraram. O projeto nasceu em 2002 por ocasião de um tributo a Carlos Paredes - o génio da guitarra portuguesa. Em 2004 lançaram o seu primeiro álbum “Vol.1″, aclamado pela crítica e público como um dos melhores discos do ano.
Após entrarem no programa culinário de Anthony Bourdain, que fala sobre a cultura e gastronomia lisboeta, entraram no Top 10 do iTunes americano.
Sem letras nem palavras, o duo de Tó Trips e Pedro Gonçalves canta com uma clareza desarmante o Tejo e Lisboa, Portugal e o Mediterrâneo, uma África idealizada e a vastidão da América, imaginada em Itália nos westerns de Morricone, majestosamente filmada por Wim Wenders e tocada por Ry Cooder.
Para cantarem estes retratos, repita-se, não precisam de uma voz.
Precisam apenas de uma guitarra e um contrabaixo que, através de uma certa vivência do rock’n’roll, conjuram anos e anos de música e atravessam continentes, reunindo o fado e os blues na mesma canção.

Os bilhetes8 e 10 euros.

Para ouvir:

Reservas e Venda de Bilhetes: Casa das Artes – Alameda das Moitas – Miranda do Corvo – 239 533141 « terça a sexta-feira: 14h/19h| sábado e domingo: 15h/19h»
Reserva de bilhetes: Posto de Turismo – 239 530316 | Biblioteca Municipal Miguel Torga - 239530326

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Uma Biblioteca é uma casa onde cabe toda a gente


No dia 19 de setembro, a meio da manhã, na escola do 1º CEB de Miranda do Corvo, apareceu uma senhora com vestido de livro a convidar os alunos e alunas do 1º ano a visitar a sua casa. Aceite o convite, ei-los (las) chegados (as) a “Uma Biblioteca [que] é uma casa onde cabe toda a gente”. Foi em ambiente lúdico e de leitura que a Biblioteca Escolar recebeu os alunos e alunas que iniciaram o 1º ano de escolaridade.
A animação/promoção da leitura da obra de Mafalda Milhões abriu espaço para os alunos (as) participarem em contextos relacionados com a leitura; dialogar sobre a biblioteca e a sua utilidade; verbalizar opiniões, ideias sentimentos e emoções sobre as bibliotecas e as leituras e contactarem com diferentes agentes de aprendizagem. A obra abre-se a muitas leituras e variadíssimos leitores, desde os 0 aos 200 anos, onde se encontram bebés, amas que dão colinho, avós, bisavós, personagens de contos tradicionais, gente que só aparece no Natal e outros mais… nomeados pelos presentes: a mãe Sandra, Liliana, Ana; o pai João, Miguel, Ricardo; a mana Rita, Mariana, Andreia; o mano André, Tiago, Rodrigo; a avó Fernanda, Isabel, Graça; o avô Alfredo, José, Manuel, os primos, os tios, as tias, toda a família, os amigos e conhecidos.

Bom ano letivo são os votos da equipa da Biblioteca Escolar!

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A PALAVRA BIBLIOTECA - Receção aos alunos e alunas do 5º ano e seus familiares



Ontem, dia 14 de setembro, a Biblioteca Escolar recebeu os alunos e alunas do 5º ano e seus familiares com a leitura do poema “O limpa-palavras” de Álvaro de Magalhães, marcando de forma poética o início de mais uma etapa da sua escolaridade. Foi bom revê-los e revê-las, ver como cresceram, como chegaram de sorrisos abertos, com muita vontade de estar e de descobrir…
Após a leitura do poema, todos os presentes foram desafiados a participar na leitura, explorando o sentido da materialização da palavra BIBLIOTECA, proporcionando um ambiente envolvente de boas vindas a uma casa onde cabe toda a gente.
Todos juntos lembrámos que a palavra BIBLIOTECA …
Ajuda a aprender
Motiva a ler
Mostra livros fantásticos
Apoia a fazer trabalhos
Dá prémios a quem concorrer
Aconselha nas leituras
Conta histórias
Deixa jogar, ganhar e nunca perder
Lê histórias e poemas
Gosta de silêncio e tranquilidade
Brinca com os livros, inventa teatros
Descobre “coisas do outro mundo”
Deixa-me ouvir música
Abre-me os olhos de espanto ao ver tantos filmes
É curiosidade, pesquisa e informação
É motor de busca, TV, DVD, CD, computador e Internet
Estuda comigo e contigo
Faz pensar, imaginar, rir e divertir
Celebra muitos aniversários e convida “gente gira”
É festa de livros, leituras, exposições, músicas e canções
Tem montras de livros vaidosos e apetitosos de ler
É feira, com livros a preços de saldos
Dá importância a grandes escritores, escritoras e outros criadores
Tem pessoas prestáveis e simpáticas …


Bom ano letivo são os votos da equipa da Biblioteca Escolar!





quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Exposição “No Rasto de D. Sesnando” - Casa das Artes

Está patente, desde o  dia 30 de agosto, na Casa das Artes, a exposição “No Rasto de D. Sesnando”.
Concebida pela Rede de Castelos e Muralhas do Mondego, esta exposição percorre diferentes olhares sobre este território.
Cada um, apropriando-se de um pedaço de história, de um modo de sentir.
Em cada fotografia uma descoberta…
Esta exposição mostra 19 olhares sobre a Rede, as fotografias eleitas no âmbito do passatempo fotográfico “No Rasto de D. Sesnando…”, promovido pela National Geographic Portugal – edição especial “Castelos e Muralhas do Mondego”.
Com elas percorremos um território repleto de diversidade e de emoções.
O território da Reconquista, de D. Sesnando, das batalhas entre cristãos e muçulmanos, de D. Afonso Henriques e D. Gualdim Pais na construção de um país, mas acima de tudo o território de hoje.
Este é o espaço da união de 10 concelhos na defesa da sua identidade, do seu património, da sua história comum. A visão que os une é refletida na exposição através de 20 fotografias ilustrativas dos seus monumentos, testemunhando o olhar das instituições sobre o seu património.
Dois modos de sentir e de ver.
Esta é a dualidade exibida, desafiando-vos a partir à descoberta de uma história viva.
Parta à Reconquista com a Rede de Castelos e Muralhas do Mondego!
A exposição estará patente até 9 de outubro 2016.


quinta-feira, 8 de setembro de 2016

GOD com Joaquim Monchique - Casa das Artes | 17 de setembro




EU SOU O SENHORREI DO UNIVERSO!
CRIADOR DO ESPAÇO E DO TEMPO..... E AGORA: ESTRELA NOS PALCOS
JOAQUIM MONCHIQUE NA NOVA COMÉDIA "GOD"

GOD vai descer à Casa das Artes no dia 17 de setembro pelas 21h30.
O público poderá ver e ouvir, através de Joaquim Monchique, o que GOD vai anunciar:
o estado das coisas na terra que, como era de esperar, não se encontra de boa saúde.

Chegou pois a hora de GOD e os seus dois anjos, Miguel e Gabriel, mudarem o rumo da humanidade e tornarem a vida terrena mais aprazível.

Escrita por David Javerbaum, (vencedor de 13 Emmys e 2 Grammys) um dos escritores de eleição de Jon Stewart no The Daily Show, GOD (An Act of God, no original) responde às questões existenciais que têm atormentado os homens desde a Criação.
Com um extraordinário sentido de humor, a comédia que fez furor na Broadway no último ano, chega agora a Portugal, sendo certo e seguro que muito irá dar que falar.
Preparem-se: ELE vem aí.
GOD, um espetáculo divinal!

Texto David Javerbaum I Encenação António Pires I Tradução Ana Sampaio I Adaptação João Quadros, António Pires, Joaquim Monchique e Rui Filipe Lopes I Cenário e Assistência de Encenação Rui Filipe Lopes IDesenho de Luz Luís Duarte I Sonoplastia Hugo Franco
Com: Joaquim Monchique, Diogo Mesquita e Rui Andrade


Bilhete Geral: 10 euros
Bilhete Especial: 8 euros ( jovens 12-18 anos), seniores (65 anos e +) e grupos (10 pessoas ou +)
Os bilhetes terão que ser levantados até 3 dias após a reserva, sob pena de serem anulados.
Reservas e Venda de Bilhetes: Casa das Artes – Alameda das Moitas – Miranda do Corvo – 239 533141 « terça a sexta-feira: 14h/19h| sábado e domingo: 15h/19h»
Reserva de bilhetes: Posto de Turismo – 239 530316 | Biblioteca Municipal Miguel Torga - 239530326



Exposição “As crónicas de Ladeira”


A BIblioteca Municipal Miguel Torga convida-o  para a inauguração da exposição “As crónicas de Ladeira” da autoria de Ricardo Ladeira, no próximo dia 9 de setembro, pelas 18h00.