sábado, 28 de fevereiro de 2015

Autor do mês de março

João Pedro Mésseder foi o autor escolhido para o mês de março pelas BE do Agrupamento.

Feira do Livro na Biblioteca da Escola José Falcão

Voltemos ao SOBE! - Projeto SOBE 2015 - Saúde Oral Bibliotecas Escolares

É já bem conhecida, em toda a comunidade escolar, a sigla SOBE – Saúde Oral Bibliotecas Escolares, projeto desenvolvido em parceria com o Centro de Saúde/UCC Torre de Sinos e as Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas e a Biblioteca Municipal.
Este ano letivo, o percurso do projeto, tendo como enfoque central a importância da higiene oral e da alimentação saudável, encaminhou-se para a promoção/animação da leitura das seguintes obras:
- Dente, Dentola e Dentão, de José Fanha, na educação pré-escolar, criando um ambiente lúdico, musical, divertido, que orientou até aos princípios básicos da higiene oral e da alimentação saudável;
- no 1º CEB, relembrar a obra Os crocodilos não lavam os dentes, de Colin Fancy e Ken Wilson-Max, enfatizando a necessidade da prática diária da higiene pessoal e de práticas de sociabilidade;
- a obra Pilu Pilu, de Susanna Isern e Katharina Sieg, que nos deu a conhecer a relação real entre os crocodilos e os pássaros pluviailis, mais conhecidos por pássaros-palito ou curados. Nesta narrativa o curado limpa a boca ao crocodilo, retirando-lhe os restos de comida que ficam presos nos dentes enormes e pontiagudos, aliviando-lhe algum mal-estar oral, evidenciando o contrário da obra citada anteriormente, porque há crocodilos que lavam os dentes… Em contrapartida, o curado tem as suas refeições garantidas durante o ano inteiro. Entre o real e a ficção, a leitura da obra possibilitou-nos centrar nos objetivos do projeto;
- ainda houve tempo para deitar um olho à obra O doce sabor do perigo, identificando e recordando os heróis e anti-heróis da série televisiva Nutre Ventures, dialogar sobre os seus papéis e as suas funções enquanto guardiões de uma alimentação saudável, que transitou para o jogo de mesa da Science4you - Jogo de Nutri Ventures em busca dos 7 reinos – Roda dos Alimentos.
As dinâmicas à volta do jogo permitiram que os conteúdos tratados sobre a alimentação saudável e a sua relação direta com a higiene oral fossem integrados e aprendidos através do lúdico.
Finalizámos todas as sessões do projeto, em todas as turmas da educação pré-escolar e do 1º CEB, com o lançamento do ECOESCOVÃO, que surgiu da iniciativa da Associação MOMS (Miúdos, Optimistas Miúdos Saudáveis!), para acentuar a necessidade da escovagem dos dentes, da troca temporária das escovas de dentes usadas e de promover a seleção e recolha deste tipo de resíduo/lixo. Neste contexto surgiu a história rimada “Para o lixo não vou não” que descreve a vida de uma escova de dentes.
O EcoEscovão representa uma mais-valia na comunidade Eco-Escolas, do qual o Agrupamento faz parte, zelando pela qualidade do meio ambiente.
Da avaliação realizada, com alunos e alunas e docentes, as dinâmicas de animação do projeto SOBE tiveram o mérito de: ter reunido um conjunto de obras e materiais desconhecidos que captou a atenção e interesse dos envolvidos; a promoção/animação das leituras utilizar estratégias que suscitam uma envolvente atrativa com o livro e com a leitura; ter disponibilizado um jogo equipado com sólidos conteúdos científicos que envolveram os jogadores em aprendizagens significativas; os diálogos sobre a temática da higiene oral e alimentação saudável terem sido participativos e esclarecedores; relação e distribuição de conteúdos a abordar entre as animadoras (professora bibliotecária, técnicos da biblioteca municipal e enfermeira) serem equilibrados quanto ao tempo de divulgação e dos conteúdos específicos de cada área; o EcoEscovão ter aumentado o conjunto de recipientes para a recolha seletiva de lixos com vista à sua posterior reciclagem, elevando desta forma a nossa consciência ética no que diz respeito à promoção de valores ecológicos no Agrupamento de Escolas.
Concluímos com uma boa notícia para o desenvolvimento da higiene oral dos alunos e alunas da educação pré-escolar e do 1º CEB: este ano letivo ser-lhes-á entregue gratuitamente o KIT de escovagem dos dentes, angariados na sequência de concurso submetido à Direcção-Geral de Saúde.

As professoras bibliotecárias

Alice Alves e Maria José Vale

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Programa da Semana da Leitura




A Semana da Leitura no concelho de Miranda do Corvo vai realizar-se de 2 a 8 de março. É uma organização do Grupo de Trabalho Concelhio da Rede de Bibliotecas de Miranda do Corvo (que integra a Biblioteca Municipal Miguel Torga, as bibliotecas escolares e as bibliotecas da Fundação ADFP), coadjuvado pelos Departamentos Curriculares de Línguas e da Educação Especial e envolvendo todos os outros Departamentos. As atividades centram-se  em feiras do livro, em encontros com o escritor João Manuel Ribeiro, em leitura e  declamação de poesia e de outros textos, em várias línguas,  em espetáculos musicais, em exposições de ilustração e de poesia, em formação, em apresentações de livros e num espetáculo de teatro. Estas iniciativas são dirigidas sobretudo aos alunos, mas também aos docentes e à comunidade educativa, em geral. Podes consultar seguidamente  o programa:

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Biblioteca Municipal Miguel Torga - Clube de Leitura

O Clube de Leitura da Biblioteca Municipal Miguel Torga vai reunir no dia 21 de março (sábado) pelas 14h30.
A proposta de leitura para esta sessão é “A insustentável leveza do ser” de Milan Kundera.
A Biblioteca Municipal dispõe de vários exemplares para empréstimo que poderá requisitar.


Passe uma tarde agradável na companhia de um bom livro e de amigos!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Um livro... Várias Histórias - Vol. 2

Na sequência da partilha com as bibliotecas do Agrupamento Escolar de Alvaiázere, as professoras bibliotecárias elaboraram o presente e-book com as interpretações feitas pelos alunos da Educação Pré-escolar daquele Agrupamento das obras de Bernardo Carvalho: "Olhe, por favor, não viu uma luzinha a piscar?" e "Corre, coelhinho, corre!".

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Na nossa comunidade já existe ECO-ESCOVÃO!




A rede de bibliotecas do concelho de Miranda do Corvo, no âmbito do projeto SOBE (saúde oral e bibliotecas escolares), em parceria com o Centro de Saúde e o projeto ECO-ESCOLAS, lançaram a campanha do ECOESCOVÃO. As dinâmicas à volta do ECOESCOVÃO têm como finalidade: incentivar a escovagem regular dos dentes, promover a recolha seletiva de escovas de dentes usadas e desenvolver práticas consentâneas com a defesa do ambiente. Neste sentido, solicita-se a toda a comunidade escolar que participe nesta recolha, pois ao depositarmos as escovas usadas no ECOESCOVÃO, estamos a proteger o ambiente e ao mesmo tempo a candidatarmo-nos a prémios (mobiliário urbano construído a partir de escovas de dentes usadas).

À volta do ECOESCOVÃO surgiu esta história rimada para a comunidade escolar ficar mais sensibilizada!

Para o lixo, não vou não!

Nasci com pelagem macia
Para os dentes escovar,
Umas 3 vezes por dia,
Para ficarem a brilhar!

Depois de uma inteira estação,
Primavera, outono ou verão
Sempre, sempre, a esfregar
É hora de me reformar!

Para minha substituição
Nova escova se vai estrear,
Enquanto eu, velha e gasta,
Vou ficar a descansar.

Para o lixo, não vou não!
É preciso reciclar,
Vou ficar no ECOESCOVÃO,
À espera de me transformar.

Maria José Vale
João Santo


segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Lendas de Portugal – atividade de animação da leitura com as turmas do 5º ano

Com os objetivos de apoiar as atividades curriculares do 5º ano, no que respeita à promoção da leitura das obras recomendadas para a educação literária; de articular as atividades de animação da leitura das Bibliotecas Escolares (BE) com os conteúdos curriculares da disciplina de História e Geografia de Portugal (HGP); de promover o gosto pela leitura e de estimular a oralidade, o recontar, as BE partiram de duas lendas propostas pelas Metas Curriculares do Português, A lenda da Serra da Estrela e A lenda das amendoeiras em flor, versão recomendada de Gentil Marques,e dinamizaram sessões de animação da leitura para todas as turmas do 5º ano do Agrupamento, nas aulas de Português.
Após uma breve introdução sobre a vida e obra de Gentil Marques e do motivo que o levou a escrever os 5 volumes de Lendas de Portugal, a atividade centrou-se numa pequena discussão sobre o que é uma lenda e sobre a categorização das lendas de Portugal proposta pelo autor referido. A professora bibliotecária (PB), seguidamente, recontou A Lenda da Serra da Estrela, tendo os alunos situado a mesma na categorização do autor. Depois, a PB leu a versão de A Lenda das Amendoeiras em Flor, tendo os alunos e as alunas escutado atentamente. Seguiu-se uma atividade de descoberta/reorganização do texto em situação lúdica. Cada aluno e aluna recebeu um excerto escrito da lenda e toda a turma teve que a reconstruir. Para tal, foi necessário que cada aluno ou aluna lesse e identificasse o contexto do seu excerto no todo da lenda, até que a lenda tivesse sido reconstruída. No final, foi feita uma reflexão sobre o enquadramento da lenda na ocupação árabe da península ibérica, mais especificamente no sul do nosso país. Aqui, foram úteis os conhecimentos adquiridos pelos alunos na disciplina de HGP e também aqui a sua participação ativa não se fez esperar.

A atividade terminou com uma pequena avaliação oral, quer pelos discentes, quer pela docente de Português.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Partilha com as BE do Agrupamento Escolar de Alvaiázere

No âmbito de uma partilha com as bibliotecas escolares do Agrupamento de Escolas de Alvaiázere, as professoras bibliotecárias do Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo deslocaram-se,  no passado dia 31 de janeiro, a Alvaiázere para participar no Dia do Agrupamento, com uma atividade para os alunos e as alunas da educação pré-escolar.
“Olhe, por favor, não viu uma luzinha a piscar?”, ou “Corre, coelhinho, corre!”, foi a obra de Bernardo Carvalho escolhida para o desenvolvimento da atividades de promoção e animação da leitura. Uma obra singular, criativa, que tem o mérito de, como alguém referiu, nos mostrar como a “insubordinação do sentido” nos permite uma pluralidade de leituras, desafia a ordem estabelecida e diverte.
Ler de trás para a frente ou de frente para atrás, é invulgar, mas estimulante e lúdico, mesmo quando não existe uma única palavra, para além do título das histórias na capa e contra capa.
Um livro para abrir bem os olhos para quem o quiser ler como deve ser…
Só ilustração, páginas cheias de cor e transparência, como só a aguarela nos dá, onde muitos elementos se cruzam, e muitas “histórias” se podem desenrolar, no mesmo espaço e ao mesmo tempo. Depois, o que pensar da procura insistente do pirilampo? E do (re)encontro do cão com o coelho? São histórias de afetos e sentimentos que sugerem leituras cruzadas com as nossas próprias histórias.
Ler este livro às crianças foi fantástico! O desafio ideal para quem ainda não sabe ler, andar atrás das personagens e entrar no jogo de inventar…

Será que conseguimos? Ficamos a aguardar o ebook com o reconto dos alunos e das alunas da EPE do Agrupamento de Alvaiázere, que será brevemente disponibilizado.

  “BIBLIOTECA ESCOLAR PROFESSOR SEIXAS” A biblioteca escolar da escola do 1º CEB de Miranda do Corvo – Centro Educativo, já tem id...