quarta-feira, 22 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor 2015


Mensagem da Diretora-Geral da UNESCO

O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor é uma oportunidade para reconhecer o poder dos livros na mudança das nossas vidas para melhor e para apoiar os livros e aqueles que os produzem.
Como símbolos globais de progresso social, os livros – aprendizagem e leitura – tornaram-se alvos para aqueles que denigrem a cultura e a educação, que rejeitam o diálogo e a tolerância. Nos últimos meses, temos visto ataques contra crianças nas escolas e a queima pública de livros. Neste contexto, o nosso dever é claro – devemos redobrar os esforços para promover o livro, a caneta, o computador, juntamente com todas as formas de leitura e de escrita, de modo a combater o analfabetismo e a pobreza, a construir sociedades sustentáveis, e a fortalecer as bases da paz.
A UNESCO tem liderado a luta contra o analfabetismo, a ser incluída como elemento fundamental nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de 2015. A alfabetização é a porta para o conhecimento, essencial para a auto-estima e o empoderamento individuais. Os livros, em todas as formas, desempenham um papel essencial neste aspecto. Com 175 milhões de adolescentes no mundo – a maioria meninas e mulheres jovens – incapazes de ler uma única frase, a UNESCO está empenhada no domínio das tecnologias de informação e comunicação, em especial as tecnologias móveis, de forma a apoiar a alfabetização e a alcançar os excluídos com aprendizagem de qualidade.
Os livros são plataformas de valor incalculável para a liberdade de expressão e o livre fluxo de informação – estes são essenciais para todas as sociedades actuais. O futuro do livro como objeto cultural é inseparável do papel da cultura na promoção de vias mais inclusivas e sustentáveis ​​para o desenvolvimento. Através da sua Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, que celebra o seu 10º aniversário este ano, a UNESCO pretende promover a leitura entre os jovens e os grupos marginalizados. Estamos a trabalhar com a International Publishers Association, a International Booksellers’ Federation e a International Federation of Library Associations para apoiar as carreiras profissionais nas editoras, livrarias, bibliotecas e escolas.
Este é o espírito norteador de Incheon, na Coreia do Sul, que foi designada Capital Mundial do Livro 2015, em reconhecimento do seu programa para promover a leitura entre as pessoas e as camadas mais desfavorecidas da população. Esta designação entra em vigor no Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor e será comemorada com os participantes do ano anterior, Port Harcourt, na Nigéria.
Com Incheon e toda a comunidade internacional, vamos unir-nos para comemorar os livros como a personificação da criatividade, o desejo de compartilhar ideias e conhecimentos, para inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância. Esta é a mensagem da UNESCO sobre o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.
Mensagem de Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor 2015

terça-feira, 21 de abril de 2015

Leituras Para os Pais e Para os Filhos na BE do Centro Educativo


Numa 6ª feira à noite, na Biblioteca do Centro Educativo, entre livros e conversas com filhos, sai uma pergunta à professora bibliotecária: - o que é que vais ler? Respondo: - ainda não sei! e tu? Com cara de espanto, desenrola-se a conversa, salta outra pergunta: - eu posso ler!? Respondo: - sim, claro! O que vais ler?
O desafio estava lançado e a noite aconteceu... Começaram os mais velhos, os mais confiantes, vozes mais audíveis, mais hábeis a lidar com a entoação, que contagiaram os mais novos. Depois, a pouco e pouco, os mais novos, que já sabem ler, e aqueles que, brevemente, estarão a ler com mais agilidade, também leram. Até aqueles para quem as letras, palavras, frases e textos são um jogo de descoberta leram!

Foi um bom serão a ouvir crianças entre os 5 e os 12 anos a ler. Para os pais não houve espaço para a leitura, foram ouvintes, mas um dia destes, como combinado,  arranjamos outro serão. 

sexta-feira, 10 de abril de 2015

LEITURAS PARA PAIS E PARA FILHOS

“LEITURAS PARA PAIS E PARA FILHOS” NA BIBLIOTECA DO CENTRO EDUCATIVO

Podem os pais realizar leituras como os seus filhos?
Os pais devem ler com os seus filhos?
Podem os filhos efetuar leituras com os pais?
Os filhos devem ler com os pais?
Há vantagens em que pais e filhos leiam em conjunto?
Queres saber as respostas para estas e outras perguntas? Então tens que ir à sessão que se realiza no dia 17 de abril, pelas 21 horas, na Biblioteca do Centro Educativo, a qual será dinamizada pela professora bibliotecária Maria José Vale.
Esta é mais uma organização da Associação de Pais do Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo.
Todos estão convidados!

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Morreu o mais velho realizador do mundo em atividade

  1. Faleceu o MESTRE. Morreu o cineasta Manoel de Oliveira. Podes consultar mais informação aqui.






  1. Manoel Cândido Pinto de Oliveira foi um cineasta português e era, à data da sua morte, o mais velho realizador do mundo em atividade. Foi autor de trinta e duas longas-metragens. 
    Nascimento11 de dezembro de 1908, Porto
    Falecimento2 de abril de 2015, Porto

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Dia Internacional do Livro Infantil - 2 de Abril


Mensagem da IBBY:
Muitas Culturas Uma Só História

 “Falamos várias línguas e trazemos diferentes experiências,
E no entanto partilhamos as mesmas histórias”
Histórias internacionais… histórias tradicionais
É sempre a mesma história que nos contam
 Em diferentes vozes
 Em diferentes cores
 E contudo ela não muda…
 Princípio…
Meio…
E Fim…
 É sempre a história que todos conhecemos e amamos
 Todos a escutámos
 Em diferentes versões por diferentes vozes
 E no entanto é sempre a mesma
Há um herói… uma princesa… e um vilão
Não importa a língua que falam Os seus nomes
 Ou os seus rostos
É sempre o mesmo Princípio
 Meio
 E Fim
 Sempre aquele herói… a princesa e o vilão
 Imutáveis ao longo dos séculos
 Eles fazem-nos companhia
Sussurram-nos durante os sonhos
 Embalam-nos ao adormecer
 As suas vozes desaparecem
Mas vivem para sempre nos nossos corações
Pois juntam-nos a todos numa terra de mistério e imaginação
 De tal modo que as diferentes culturas se fundem numa Só História


Escrito por: Marwa Al Agroubi (Emirados Árabes Unidos) Tradução: DGLAB

13ª edição do Concurso Nacional de Leitura 2018

Estão abertas as inscrições para a 13ª edição do Concurso Nacional de Leitura de 2 a 8 de novembro de 2018. Procura a ficha de inscrição...