quarta-feira, 28 de junho de 2017

O desafio da escrita literária

Concurso de leitura em voz alta "Vamos lá ler!" - 3ª fase

Ao delinear um concurso de leitura como este, mais do que apurar meninos e meninas que saibam ler muito bem – e todos os que aqui chegaram leem muito bem – foi nossa intenção motivar todos os alunos para a leitura. Lerem em voz baixa, em voz alta, sentados, de pé, de pernas para o ar… mas, sobretudo, LER!
Um bom desempenho leitor e uma boa compreensão leitora, diga-se, a leitura, para além das implicações favoráveis que terá no vosso desempenho escolar, trar-vos-á muito mais do que isso, ela permite descobrir mais sobre cada um de vós e sobre os outros e, por isso, vai ajudar a “ler” o mundo. Ajuda a pensar, a sentir o que nos rodeia de uma forma mais objetiva e consciente e a refletir de forma crítica sobre o que está à nossa volta.
Ao longo dos anos, a Biblioteca Municipal Miguel Torga tem procurado desenvolver programas para públicos diversos, tendo por pano de fundo a promoção da leitura. Projetos como o Ler em Família, o Clube de Leitura, a Hora do Conto e, mais recentemente, o Baú de Memórias para públicos seniores em lares e centros de dia, fazem parte de um percurso de promoção da leitura e da cultura de forma mais abrangente, tendo em vista contribuir para a construção de uma sociedade mais justa, mais igualitária e que seja um verdadeiro motor de  desenvolvimento da comunidade.
Alguns projetos são concretizados em articulação com as bibliotecas escolares, que promovem atividades de promoção da leitura no âmbito do apoio ao currículo, dinamizam o Mês Internacional da Biblioteca Escolar, a Semana da Leitura, o Concurso de Leitura em Voz Alta “Vamos lá ler!”, a participação no Concurso Nacional de Leitura, bem como outras iniciativas, apostando, assim, no desenvolvimento das literacias da leitura, da informação e digital, a fim de ajudarem no vosso desenvolvimento como cidadãos de pleno direito, autónomos, críticos, interventivos e responsáveis.
Parafraseando Mafalda Milhões, a “Biblioteca é a casa onde cabe toda a gente”, e é para todos sem exceção que as equipas da Biblioteca Municipal e da Biblioteca Escolar tentam levar o melhor de si….

Desejamos a todos os meninos e meninas boa sorte e que continuem a ler….

Margarida Mota, Maria José Vale e Alice Alves

terça-feira, 20 de junho de 2017

LER EM FAMÍLIA - BMMT



Agora que as férias se aproximam a passos largos, a Biblioteca Municipal Miguel Torga vai  terminar as atividades do LER EM FAMÍLIA, com uma sessão a partir do livro “Mamã”, de Chris Haughton.
Passem uma manhã divertida em família com livros e histórias de encantar na Biblioteca Municipal, no próximo sábado, dia 24 de junho, pelas 10h30!


sábado, 17 de junho de 2017

A Biblioteca Escolar no Mega Dia Eco-Escolas

A Biblioteca Escolar marcou presença ontem, dia 16, no Mega Dia Eco-Escolas, com a divulgação de artefactos criados pela equipa, através da reutilização de materiais,  para apoio às atividades de promoção/animação da leitura junto dos alunos do Agrupamento.  Divulgou, ainda, alguns livros que versam sobre temáticas "eco", tais como "Um só mundo - a ética da globalização", "Os gnomos de Gnu - uma aventura ecológica", "A árvore da escola", "Contos da biodiversidade", "A reciclagem", "Poema Ecológico", "Cuida do teu planeta", "Como comemos", "Ajuda a salvar o mundo" e muitos outros.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Manuel Alegre é o vencedor do Prémio Camões

O Prémio Camões de 2017 foi esta quinta-feira atribuído ao poeta e romancista Manuel Alegre, que se torna assim o 29.º autor (e o 12.º português) a receber a mais importante consagração literária da língua portuguesa.


Pode continuar a ler aqui.

9 DE JUNHO, NA BIBLIOTECA MUNICIPAL MIGUEL TORGA

18H00 – Inauguração da exposição da artista Élia Ramalho “Ode a Álvaro de Campos o poeta engenheiro".
Série de pintura ilustrativa de alguns poemas de Álvaro de Campos o poeta engenheiro.



21H00 – Apresentação do livro “Senas da vida” de Paulo Sena.

              Poemas diversos desde os românticos até aos mais intimistas e reflexivos.  

  

CAPITÃO FAUSTO ATUAM NO DIA DE PORTUGAL NA CASA DAS ARTES



Vencedores de um Globo de Ouro na categoria “Melhor Grupo” no passado dia 21 de maio e considerado o melhor álbum de 2016 pela equipa da BLITZ, os CAPITÃO FAUSTO sobem ao palco da Casa das Artes no dia 10 de junho pelas 21h30.
Constituídos por Tomás Wallenstein, Domingos Coimbra, Francisco Ferreira, Manuel Palha e Salvador Seabra, têm três LPs editados: “Gazela” (2011), “Pesar o Sol” (2014) e “Capitão Fausto Têm os Dias Contados” (2016).
Com o último registo, mais cheio de tudo – arranjos de metais, outros instrumentos de sopro e um compassar distinto no rasgar das guitarras – atingem aquele cliché que lhes serve como um vestido de gala, justo e perfeito: a maturidade.
Sobem na cronologia da vida e das melodias, equilibrando as mundividências e o apuro técnico, instrumental e composicional, como trapezistas desmedrosos e arrojados que balançam em elevados tetos e sem rede.
As canções do terceiro e mais forte disco dos Capitão Fausto são cozinhadas entre o rock e a pop e liricamente oferecem narrativas de quem soube crescer e pensar bem em como crescer.
Ora simples, ora épicas, as velocidades são várias para viciar aos primeiros acordes.
Na Casa das Artes de Miranda do Corvo, no dia 10 de junho, os Capitão Fausto serão aquilo que se percebe deles: brilhantes.

https://youtu.be/cJDCdhnupeI

O bilhete geral custa 10 euros e o bilhete especial (crianças/jovens 6 aos 18 anos, seniores com 65 anos ou mais e grupos com 10 pessoas ou mais) tem o valor de 8 euros.

Compra e reserva de bilhetes: Casa das Artes de Miranda do Corvo (239 533141)
Reserva de Bilhetes: Posto de Turismo (239 530316) e Biblioteca Municipal Miguel Torga (239 530326)
Gostaria de estar informado sobre as atividades da Casa das Artes?  Vá a https://www.facebook.com/casadasartesmcv e coloque  



Biblioteca Municipal Miguel Torga

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

No âmbito do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, os alunos do 10º ano, no âmbito da disciplina de Português, trabalharam Camões Lírico, cujos resultados podem ser apreciados na biblioteca escolar, bem como no documento abaixo.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Sgt. Pepper faz hoje 50 anos

Sgt. Pepper: é lendário, é um marco, é só um disco


Foi o álbum que marcou o início de uma era, um “momento decisivo na história da civilização ocidental”, escreveu-se então. Foi editado dia 1 de Junho de 1967. Exatamente 50 anos depois, talvez devamos tentar ouvi-lo como um disco. Apenas isso. Continua magnífico, diz-nos o "Jornal Público. 
Continue a ler aqui.

Ecolivro Junho