terça-feira, 8 de março de 2016

Conta-me Histórias - Luísa Sobral

Luísa Sobral, lisboeta, 28 anos, representa – nos últimos anos da Música Portuguesa – um dos grandes casos de “amor à primeira canção” vai participar no "Conta-me Histórias", um formato de conversas-concerto que terá lugar no próximo sábado dia 12 de março, pelas 21h30, na Casa das Artes de Miranda do Corvo.
Quando se apresentou ao público, em 2011, trazia consigo um disco de estreia, ‘The Cherry On My Cake’, que ficava nos antípodas do capricho e da facilidade.
Depois de gravar as suas próprias canções, com um belo efeito: Disco de Platina em época de crise extrema nas vendas e um reconhecimento pleno, da crítica e dos consumidores o caminho estava aberto para mais de cem concertos realizados até hoje.
Em 2013 apresenta o disco, ‘There’s A Flower In My Bedroom’, com 17 canções, todas assinadas pela própria, e com companhias dignas de realce, como as dos portugueses António Zambujo e Mário Laginha e a do “menino de ouro” que é Jamie Cullum.
Em 2015 é lançado o terceiro álbum “Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa” que relata um universo diferente dos dois primeiros discos.

Sem surpresas, o romance com quem ouve continua, ganhou raízes e estabilidade, mas sem assumir rotinas. E Luísa Sobral, que se diz mais segura, mais exigente (consigo e com os outros) e mais autêntica (por ter vivido mais), não troca o seu turbilhão por nada deste mundo. Em palco, está em casa. E tem a amabilidade generosa de nos convidar a visitá-la. Está aceite. E com prazer.
Conta-me Histórias
Conta-me Histórias é um ciclo de conversas-concerto em que a palavra e a música se entrelaçam com o objetivo de, pela mão de conhecidos músicos do panorama musical português, proporcionar ao público um espetáculo mais próximo do artista, onde quem dita as regras é a boa disposição e a irreverência. Como dizem os clássicos Xutos e Pontapés são “histórias daquilo que não vemos”, que estão para além do mundo da matéria da vida quotidiana. O artista desmaterializa-se e aborda temas que vão desde o processo de criação das canções à importância da palavra.
Habitualmente, em cada “Conta-me Histórias”, o músico interpreta 7 a 8 temas do seu reportório, juntando-lhe a componente da palavra num espetáculo que tem uma duração média de 90 minutos.
Os músicos fazem-se acompanhar da guitarra, piano ou algo, o mais simples possível para, informalmente, durante a conversa, explicarem alguns pormenores do processo de criação, cantando seis a oito temas.
Para mediar a conversa, estão em palco o programador cultural e jornalista musical Artur Silva; o pivot de informação da RTP, Jorge Oliveira e o jornalista e crítico literário Tito Couto.
No final do espetáculo, o público terá a oportunidade de contactar com Luisa Sobral, através de autógrafos, fotografias ou pequenas conversas.

Bilhete Geral: 7 euros
Bilhete para: Crianças e jovens (6/18 anos) Séniores (65 anos e mais) e grupos (10 pessoas ou mais): 5 euros

Reservas e Venda de Bilhetes: Casa das Artes – Alameda das Moitas – Miranda do Corvo – 239 533141 «terça a sexta-feira: 14h/19h| sábado e domingo: 15h/19h»
Reserva de bilhetes: Posto de Turismo – 239 530316 | Biblioteca Municipal Miguel Torga - 239530326

Sem comentários:

Publicar um comentário

Homenagem à mulher. Leituras com filmes de animação.

  Comecemos com um pouco de história: Diz-nos a Wikipédia que: O Dia Internacional da Mulher é celebrado anualmente, no dia 8 de março. ...