quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Alimentar boas leituras nas bibliotecas escolares do Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo

No dia 16 de Outubro, a ementa das bibliotecas escolares do Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo previa alimentar boas leituras com sabores, cores, degustações sensoriais e várias peripécias a partir de diferentes registos narrativos, ao qual aderiram muitos alunos e os respetivos professores.
 
A leitura animada da obra “ Eu nunca na vida comerei tomate” de Lauren Child, criador dos famosos irmãos Lola e Charlie, dirigida à educação pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico, foi enquadrada e apoiada num registo que implicou o jogo dramático e a mobilização de adereços, procurando alertar para as “birras” alimentares que a infância insiste em afirmar a todo o momento: eu não gosto disto… ou daquilo… e mais de aqueloutro!
 
Relativamente ao 2º ciclo do ensino básico, o jogo das adivinhas e descobertas usou os frutos como porta de entrada para o desenvolvimento de um ambiente lúdico que cumpriu a sua missão ao introduzir informação pertinente sobre a fruta e alimentos que a adolescência por vezes rejeita.
 
Aplicando os fundamentos teóricos da promoção da saúde à educação, as atividades desenvolvidas enquadraram-se na Carta de Otava (OMS, 1986) e na Convenção dos Direitos da Criança (1989), procurando promover a aquisição de conhecimentos por parte de crianças e jovens, bem como desenvolver a capacidade crítica e uma postura mais adequada destes intervenientes face aos distúrbios ou manias alimentares que afetam a promoção de uma alimentação saudável.
 


 



Sem comentários:

Publicar um comentário

Louco como Eu

  Com Susana Moreira Marques "Joyce Carol Oates disse uma vez que quando os escritores perguntam uns aos outros a que horas começam a e...